terça-feira, 28 de julho de 2015

A novela do patrocinador master...

A notícia que circula nos círculos avaianos nesta terça-feira é uma proposta feita pelo Florminense ao Avaí para levar o jogo Avaí x Fluminense da Ressacada para o Mané Garrincha em Brasília para que o time das laranjeiras possa fazer uma grande festa para a estréia de Ronaldinho Gaúcho.

O valor da proposta seria, dizem, de R$ 700 mil para vender o mando de campo. Essa grana com certeza seria uma injeção boa de verba para o time do Sul da Ilha, e ajudaria na manutenção do elenco. E o que é um jogo fora? Se formos ver, nosso retrospecto jogando fora de casa não é ruim.

No entanto, apesar da proposta feita, e que, dizem, já foi negada pelo Avaí, por não concordar com o valor (e não pelo fator princípios, torcida ou outros), fica aqui a minha reflexão a vocês nobres leitores:

Haveria necessidade do Avaí chegar a cogitar vender o mando de campo para outro time fazer a estréia de um jogador, sob risco de ser garfado pela arbitragem, de jogar longe da torcida, de jogar gora de seus domínios se a atual diretoria tivesse tido a capacidade de conseguir um patrocínio master?

A grana é boa? É. Porém, o Avaí não precisaria se sujeitar nem cogitar tal hipótese se essa atual diretoria parasse de brincar de futebol e apresentasse logo um patrocinador master. Estamos quase em Agosto e até agora nada. É muita incompetência.

Ação social pra passar a mão nessa decisão fuleira da Dilma em aceitar a entrada de refugiados no Brasil a torto e a direito enquanto nenhum outro país (com condições, que não é o nosso caso) faz isso? Meu peru presidente!!! É bom colocar um quadro aí na sua sala pra lembrar que, sem dinheiro, não tem futebol. Se vender o mando de campo, vai safar o financeiro, porém, vai afirmar ainda mais a incapacidade em gerir nosso clube.

E aí, vai fazer o que?

Continue lendo >>

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Avaí vence duelo Catarinense

Enfim, uma vitória
Após 06 partidas sem vitória, finalmente o Avaí resolveu desencantar e venceu a Chapecoense neste domingo na Ressacada pelo placar de 2x1, que poderia ter sido maior, caso o ídolo de alguns não tivesse perdido um pênalti. O grupo falou numa tal "nossa identidade" que o treinador vem pregando para os jogadores com relação aos jogos dentro da Ressacada. 

Verdade seja dita, tem que vencer em casa e fora. O Avaí melhorou muito desde o começo do ano, porém, ainda há muito trabalho a ser feito.


William
E não é que o gordinho Willa Batoré em seu segundo jogo após retornar ao Avaí deixou o seu na vitória contra a Chapecoense? Pois é, o gol foi o segundo do Avaí e deu a vitória ao Leão da Ilha. Não demora muito vai ter nego dizendo que ele é ídolo, que joga muito, que é avaiano.... Pra mim continua creonte e fora do peso.

Obs: William perdendo pênalti? Não é novidade por aqui né...

Promessas não cumpridas
Nilton Machado, se for submetido a uma pesquisa de satisfação junto ao torcedor, não alcançará 40% de aprovação, tenho certeza. A falta de palavra em manter suas promessas eleitorais é notória e evidente. Caso mais recente que tem encomodado muitos torcedores é o fato de Eduardo Uram, empresário de futebol conhecido, ter 20 atletas no clube, sendo 05 titulares. Pra quem tem memória boa, o número máximo de jogadores por empresário, estipulada por ele mesmo era de 05.

Prometer pra se eleger é fácil....

Próximo jogo
O Avaí terá a semana inteira para aperfeiçoas suas falhas e emagrecer o William, pois volta a campo somente no domingo contra o Cruzeiro.

Foto: Avaí F.C.

Continue lendo >>

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Arbitragem tendenciosa

Empate amargo
O Avaí conseguiu fazer frente ao líder do campeonato brasileiro neste domingo na Ressacada, saiu perdendo porém conseguiu uma virada dentro de campo, na raça. Infelizmente a arbitragem foi muito tendenciosa e prejudicou o Avaí durante todo o jogo. O assoprador de apito não dava faltas, cartões nem nada, e no final do segundo tempo, já nos acréscimos conseguiu dar um pênalti ao líder do campeonato.

Padrão FIFA meu ovo...
Não tem como dizer que a atuação do árbitro paraense foi ruim, ela foi tendenciosa. O assoprador de apito não deu falta pro goleiro deles pela cera, não deu cartões, não marcou faltas, ficou só dando aquela mãozinha pra eles saírem de lá com um empate. E mais, Jubal não fez pênalti!

Após aquele arbitragem tendenciosa, onde o bandeira careca chegou a fazer gestos obscenos pra torcida ao sair no primeiro tempo, a torcida se revoltou e acabou quebrando um dos painéis de acrílico/vidro da Ressacada. Na súmula, o assoprador que precisou de escolta policial para deixar o campo (porque será?) relatou a quadra do painel e o lançamento de uma pilha em sua direção. Ou seja, vai ter penalização pro Avaí.

Batoré
Totalmente fora de forma. Apesar de alguns já terem dito que ele fez uma boa partida, que vai aterrorizar os zagueiros, acho displicente um jogador ficar 1 mês sem jogar e se apresentar daquele tamanho. Que Kleina coloque o obeso jogador que sonha em jogar em um time grande num treinamento específico pra em 15 dias estar voando em campo.

Próximos jogos
Na quarta-feira o Avaí vai a São Paulo encarar o Palmeiras, e no domingo recebe (se não for penalizado pela pilha jogada por um fdp) recebe a Chapecoense.

Continue lendo >>

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Finalmente...!

E finalmente, vejo anunciarem a aposentadoria do jogador Eduardo Costa, 31 anos. Vou ser bem direto, já vai tarde. O jogador que nunca rendeu nem 70% do que se esperava dele, estava no Avaí desde 2013.

Sinceramente, pra mim, já tem uns 4 anos que ele estava aposentado, no entanto, continuava enrolando em campo (e no DM). O Avaí mesmo, mostrou-se mais uma vez a mãe das mães, pois manteve o jogador desde 2013, pagando um alto salário sem ter coragem de desligá-lo do clube.

Eduardo Costa é manézinho, é avaiano e tudo mais, porém, não entra no meu hall de atletas avaianos alçados a categoria de ídolo do clube. Foi só mais um que por aqui passou e em mim, não deixará saudade.

Espero que o Avaí agora não invente de dar um cargo administrativo ao ex-atleta, firmado em algum acordo com cláusulas de confidencialidade que o torcedor jamais tomará conhecimento.


Foto: Infoesporte

Continue lendo >>

sábado, 20 de junho de 2015

Domingo tem jogo!

Avaí x São Paulo
Neste domingo às 16:00 o Avaí entra em campo em São Paulo, contra o líder da competição e com intenção de vencer o time de Telê Santana. Com 16 pontos em 07 jogos contra os 11 pontos e mesmo número de jogos o time paulista é favorito, porém, como dizem, jogo é jogado e lambaro é pescado.

Espero que seja o fim
Adriano (não o imperador) será o titular no jogo deste domingo, mandando Eduardo Costa para o banco, finalmente. EC05 que por muito tempo foi escalado pelo empresário, ao que parece, se dirige para uma discreta aposentadoria. E vos digo, já vai tarde!

O time de Kleina
Sem muito mistério, o treinador já tem o time escalado para a partida de amanhã, entram em campo: Vagner; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Emerson e Romário; Adriano, Eduardo Neto, Pablo e Marquinhos; Anderson Lopes e André Lima.

Kleina disse em entrevista essa semana estar ciente de que o São Paulo irá jogar pressionando o Avaí e que treinou o time justamente para isso. Bom, eu acho que tinha que treinar o time pra dar pressão também, porque se o Avaí for querer jogar tentando impedir o São Paulo de jogar, vai se dar mal.


André Lima
Miguelito não entende a insistência de Kleina em escalar André Lima, a quem chama de lento. Verdade que André Lima ainda não é unanimidade entre a torcida, foram 21 jogos e 06 gols. Não chega a ser uma média boa. Acho que ele desperdiça as chances que o treinador dá a ele. Na verdade, todas as fichas estão sendo apostadas no creonte William, que voltou com ares de goleador. Quero só ver a hora que entrar em campo e o futebol não aparecer....

Foto: Globoesporte.com

Continue lendo >>

  ©Resistência Avaiana - Todos os direitos reservados.

Modificado por MTblogger | Template by Dicas Blogger | Topo