quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Bebidas nos estádios, liberar ou não?

Com a eminência do início do Chevettão 2015, a Associação de Clubes de SC, presidida pelo Sr. Nilton Machado e a Federação Catarinense de Futebol, presidida por vocês sabem quem traz a tona novamente a liberação de bebidas alcoólicas dentro dos estádios, que está proibida, por lei, desde Dezembro de 2009.

Segundo eles, a proibição não coíbe atos de violência cometidos por "torcedores" embriagados, na verdade, só diminui a arrecadação dos clubes.

Já a Polícia Militar e o Ministério Público dizem (porém não comprovam) que com a proibição, o número de brigas dentro dos estádios diminuiu significativamente. Verdade seja dita:

1. É coisa de gente pequena dizer que a venda de bebida alcoólica dentro dos estádios influi na renda dos clubes, ou estão vendendo mais cerveja que ingressos ou estão cobrando o mesmo valor de cerveja de zona;

2. Cólo com Maquiavel quando ele diz que o homem é mau por natureza, ele só espera uma oportunidade para demonstrar isso. Quanto maior a quantidade de cerveja na cabeça, mais "macho" ficam certos jaguaras travestidos de torcedor.

3. Sim, eu sinto falta da cerveja nos estádios, no entanto, se comprovado que o número de incidentes diminuiu com a proibição, entendo que a mesma deve ser mantida, porém, se não há nada que comprove isso, que os clubes se comprometam e sejam responsabilizados (bem como os brigões) por todo e qualquer ato de violência cometido dentro dos estádios. Punições mais severas por parte da Justiça também seriam adequadas. A Justiça Presente não está ali pra isso?

Foto: Não lembro de quem é, porém lembro que foi tirada em Outubro de 2009, no Remendão pela Copa SC, onde o Avaí venceu o time das barbies por 2x0. Da esquerda para direita: Fábio Fejaum do Blog DeVirada, Jamira Furlani (na época ainda não era Pacheco), Marcelo "147" Pacheco, este blogueiro, André Sezerino, ex-colaborador deste blog e o nobre André Tchaikowsky.

Continue lendo >>

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Dia 29 vem aí....

Após anos usando os uniformes sem qualidade e nada bonitos da Malharia Nossa Senhora, o Avaí vai de FILA esse ano como fornecedora do material esportivo do clube. No instagram, a FILA já mostrou detalhes de como será o novo manto do time avaiano.

Eu que, você sabem, gosto de falar mal das coisas antes de ver, já digo que não gostei desse azul caixa de leite aí... Sou conservador, acho que o azul marinho deve ser mantido. Mas, aguardemos, pois no dia 29 serão apresentados os uniformes oficialmente.


Foto: Reprodução FILA

Obs: Teve blogueiro que viu o título desse post e deu pulo dentro de casa... Eu sei que vocês pularam...! rsrsrsrs.

Continue lendo >>

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Presidente sem palavra?

- Estamos abertos a todas as parcerias desde que sejam adequadas, sem ultrapassar quatro jogadores por parceiro, para que a gente não fique refém do empresário. Todos serão bem vindos, desde que o interesse seja o Avaí. Ninguém terá exclusividade e tudo será documentado. (Nilton Machado, em sua posse como presidente do Avaí).

Estranho é que, até o atual momento, já são 11 jogadores da Brazil Soccer, empresa do Sr. Eduardo Uram (aquele do co-irmão da praia do cagão). Mais estranho ainda, é que ZZZunino não gostava de Uram, e chegou a dizer isso abertamente. Pouco tempo depois da morte do ex-presidente, Nilton Macedo já esqueceu do que ele mesmo havia afirmado.

É aquela coisa, o marido mal morreu e o amante já está morando em casa não tem? De uma coisa eu sei, o monopólio é benéfico somente para uma ou duas pessoas, nunca para o coletivo...

E aí presidente?

Foto: Internet

Continue lendo >>

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A movimentação no Avaí

Empréstimos
E ao que nos parece, o pessoal das salinhas de tijolinho a vista anda trabalhando neste início de ano e não pensando em pré-temporadas em Gramado e afins. Soube ontem de noite que o Avaí emprestou dois jogadores. São eles, Aleks (terceiro goleiro) que será emprestado ao Nacional/PR e Elivelton (que eu não sei em que posição joga pois não me recordo dele e no site do Avaí nunca apareceu o nome dele) que deve ser emprestado para o Anapolina ou Atlético cai cai de Ibirama.

Lé-lé-léo Gago?
Quem esteve em Florianópolis, e segundo soube, está com as negociações bem adiantadas é o volante Léo Gago, que dispensa apresentações. O jogador que está sem clube desde o final do ano passado, quando terminou seu contrato com o Grêmio pode ser o novo reforço avaiano, faltando apenas o aval do técnico Geninho.

Léo que está com 31 anos não é lá um gurizão, mas pode ser um reforço importante se estiver bem de saúde e não tiver um salário muito alto. Quem deve estar se mordendo todo é o Batoré, contemporâneo de Léo no time de 2009. #ChupaBatoré!

Reforçando a Zaga
O Avaí está em negociação com Ronaldo Alves, ex-zagueiro do time do Angeloni e que atualmente está sem clube. Dizem que não permaneceu no Criciúma pois não chegou a um acerto no quesito salário com o Seu Antenor. Ou seja, pediu muito e o Criciúma preferiu deixar o zagueiro que participou do rebaixamento do clube ir embora. Segundo o nobre André Tchaikowsky, ele foi eleito o terceiro melhor zagueiro do Catarinense 2014... O que convenhamos, não é lá um grande título né? Espero que pelo menos, com a contratação dele, mandem o Cássio embora. Siiiim, eu to te vendo aí Cássio, recebendo salário do Avaí, surfando e não jogando absolutamente nada!

Uma notícia que está deixando os avaianos animados é o possível retorno no capitão Émerson ao Avaí. Ele que não está nos planos do Atlético/MG este ano deverá ser emprestado. No entanto, o alto salário (jé o perderam uma vez por questão pouca de salário, espero que não façam isso novamente) e a procura de outros times grandes pode ser um empecilho ao Avaí. Não o conheço pessoalmente, e nem preciso, caráter a gente fareja de longe, e isso não falta ao capitão. Espero realmente que essas negociações evoluam.

Foto: Blog DeVirada

Continue lendo >>

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

A eterna busca por um atacante

Eis que, via SMS (isso mesmo, aquelas mensagens de texto enviadas via celular, vocês acreditam??) o Avaí foi informado que William Batoré não virá mais para o clube, o empresário do atleta que ama o Avaí e Floripa, preferiu ir jogar em outro time, para ganhar um salário um pouco maior do que o oferecido pelo Leão da Ilha. É muito amor, realmente...

O quadro atual do Avaí conta com os seguintes atacantes: Anderson Lopes, Tauã, Wilker, Rômulo, André Lima, Bruno Mendes, Toshi e Roberto. Sendo que destes, os 04 primeiros foram promovidos da base para o time titular.

Bruno Mendes, também conhecido, no Setor A por Coalhada, não engana ninguém, veio e não mostrou absolutamente nada de especial, tá só mamando na teta do Leão.

Roberto, na minha opinião, foi uma decepção só. Em nada lembra aquele jogador aguerrido, veloz e com faro de gol que o torcedor conheceu. Acho até que deveria ser emprestado, liberado ou algo assim. Parece ser o típico caso de bananeira que já deu cacho.

André Lima é a aposta (o palavrinha que insiste em ser utilizada no Avaí...) da diretoria avaiana para acabar com o jejum de gols avaianos.

Toshi, o japonês que acabou no Avaí devido a uma negociação comercial/diplomática deve estar mais perdido que cigarro em boca de banguela. Mas na minha opinião, Geninho deveria por esse samurai pra jogar, porque na boa, pior que tá, não fica.

Com a recusa de Willa, citada lá em cima, que só serve para negativar ainda mais a ficha dele com a torcida avaiana, a indisponibilidade de Ronaldinho Gaúcho (faz-me rir) e a impossibilidade de trazer Muriqui de volta, o Avaí continua no mercado atrás de um atacante...

Cabe ao novo... (qual é o mesmo o cargo dele?) Caros Arini ir atrás de um atacante que faça gols. E não me venham pra cá com Cléber Santana não!


Foto: Internet

Continue lendo >>

  ©Resistência Avaiana - Todos os direitos reservados.

Modificado por MTblogger | Template by Dicas Blogger | Topo